Deputado estadual Moacir Sopelsa: CPI não pode ser desculpa para a falta de equipamentos

Na opinião do parlamentar é preciso apurar os fatos, sem prejudicar a transparência e a legalidade, “a notícia de que o secretário da saúde teria comprovado o recebimento dos equipamentos antes do pagamento é muito grave. Pois, na verdade os respiradores foram pagos sem que o estado recebesse os equipamentos”.

0
80

“A CPI não pode ter outra prioridade que não seja esclarecer as denúncias. O foco e a prioridade do momento deve ser a necessidade de equipar os nossos hospitais para atender as pessoas que estejam doentes”.

O deputado Moacir Sopelsa (MDB) votou favorável ao requerimento aprovado em plenário, nesta quarta-feira (29), para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar possíveis irregularidades na compra de respiradores, com dispensa de licitação, ao custo de R$ 33 milhões.

O deputado Sopelsa lembrou que quando votou pela aprovação do decreto de calamidade pública estadual há um mês, em função da difusão do Covid-19, enfatizou que “estava contribuindo para que  os processos de compra pudessem ser feitos com mais agilidade”.

Agora, diante dos fatos noticiados pela imprensa, Sopelsa destacou que em toda a experiência na gestão pública, como vereador, prefeito, secretário municipal, secretário de estado e deputado nunca viu pagar antes de receber o produto adquirido. “Primeiro se recebe o produto e confere as características, e depois paga”, esclarece.

Na opinião do parlamentar é preciso apurar os fatos, sem prejudicar a transparência e a legalidade, “a notícia de que o secretário da saúde teria comprovado o recebimento dos equipamentos antes do pagamento é muito grave. Pois, na verdade os respiradores foram pagos sem que o estado recebesse os equipamentos”.

Contudo, Sopelsa disse que “a CPI não pode ser motivo de desculpas para a falta dos equipamentos necessários nos hospitais”. Lembrou que o poder público tem obrigação de agir com transparência, na legalidade, e alertou que, na região oeste, “em municípios de áreas produtoras de alimentos com grande concentração de trabalhadores já há uma grande preocupação com a falta de leitos nas UTIs”.

Seu comentário é importante para nós...

Customer Reviews

5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%
0
0%
    Showing 0 reviews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Thanks for submitting your comment!