Cresce a procura por personal trainer em academia de Itajaí

0
91
Foto: divulgação

O Brasil é o primeiro colocado na América Latina em número de alunos matriculados em academias. São mais de 8 milhões de pessoas em aproximadamente 31 mil estabelecimentos. Por ano, este segmento chega a movimentar U$ 2,6 bilhões de dólares. Além de ocupar um lugar de destaque na América Latina no ranking mundial o Brasil perde apenas para países como os Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido quando o assunto é mercado fitness. Nos últimos anos, além de ficar lado a lado de grandes potências, o Brasil também vem se consolidando como um referencial no mercado de personal trainer.

 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Personal Trainers – SBPT, o país tem hoje mais de 85 mil profissionais que atuam na área de atendimento individualizado. Neste cenário, a região sudeste do país concentra 56% desta fatia e a região sul ocupa o segundo lugar com 19%. Um percentual que nos últimos anos vem se fortalecendo devido a proposta de trabalho e do tipo de treinamento mais personalizado que, para a maioria dos alunos, faz a diferença na hora de conquistar os resultados.

 

Na academia Open One, por exemplo, nos últimos meses a procura por este tipo de profissional apresentou um crescimento que gira entre 10% e 15%. Para o diretor da Open, Wesley Santos este crescimento é significativo, principalmente por causa da situação econômica do país. “Apesar das dificuldades financeiras que atinge o setor de prestação de serviço em todo o país, o mercado de personal aqui na Open, assim como a procura por outras modalidades, consegue se manter estável e em alguns momentos pontuais até se eleva, como é o caso do atendimento personalizado. Acredito que este aumento está relacionado com o perfil de determinado público que prefere um treinamento mais focado em seus potenciais, destaca o diretor, Wesley Santos.

 

Esta busca por um treinamento mais focado mencionado por Wesley foi um dos motivos que levou o empresário Rafael Dantas Freitas a procurar um personal trainer. O treinamento com um profissional da Open começou há 1 anos e dois meses e tem como foco a qualidade de vida, que além dos treinos, conta ainda com uma reeducação alimentar. Na semana, o empresário treina pelo menos 3 vezes, cada treino, dura em médio 50 minutos, com uma rotina de exercícios aeróbicos e musculação. Os resultados do treino elaborado especialmente para o empresário até o momento são: a perda de 25 quilos, melhora na disposição e aquela certeza de que está no caminho certo para uma vida mais saudável.

 

Para Rafael, a presença de um personal, pelo menos no caso dele tem sido fundamental. “ Eu particularmente hoje não consigo fazer meus treinos sem um personal. Eu sou mais ou menos uma criança sem babá. O personal no meu caso é a minha babá,  e não é só pela questão de você saber ou não saber fazer, mas pelo acompanhamento da prática correta do exercício. O personal te explica direitinho como você deve executar aquele exercício, são vários benefícios que ele traz para o meu dia a dia, por isso, eu sou suspeito em falar, mas hoje não vivo sem um personal”, destaca Rafael.

 

Para a personal trainer de Rafael, a professora Janiê Madalozzo, os treinos elaborados por um personal são muito parecidos com o da academia, mas a maneira como eles são executados com tipo de peso adequado, repetições e descanso muda muito com a ajuda de um personal e estes são os pontos que garantem a diferença de resultados. Outro ponto destacado pela professora nos casos específicos de treinamento individual é o acompanhamento de profissionais da área de nutrição. Os resultados são muito mais rápidos e satisfatórios, quando você consegue unir uma boa alimentação e a prática de exercícios físicos adequados para cada aluno, destaca a professora da academia Open One.

Seu comentário é importante para nós...

Deixe uma resposta