Obras da ETA não afetaram distribuição de água em Penha

0
37

Os moradores de Penha puderam sentir, na prática, os benefícios do novo sistema de reservatórios de água do município. Apesar da Casan de Balneário Piçarras – que fornece água para as duas cidades – ter realizado manutenção nos equipamentos da Estação de Tratamento (ETA) por um período de seis horas na madrugada desta quarta-feira, dia 29, o sistema de Penha reagiu normalmente.

Fernanda Barreto, gestora operacional da Águas de Penha, explica que não foram registradas oscilações no sistema de distribuição devido ao conjunto de obras que entraram em operação no final do ano passado. O novo reservatório construído no Mariscal, com capacidade para armazenar 2 milhões de litros de água, por exemplo, foi utilizado para ajudar a pressurizar a rede de distribuição. Dessa forma, a concessionária manteve o fornecimento até que a cidade voltasse a receber água de Balneário Piçarras.

Nas manobras operacionais, também entraram em operação, os reservatórios do São Miguel e Praia Alegre e os quatro poços de grande profundidade (artesianos) ativados em 2019. No total, a capacidade de reservação da cidade é de 6,8 milhões de litros de água. Reginalva Mureb, presidente da Águas de Penha, lembra que a concessionária continua trabalhando e não medindo esforços para oferecer o melhor serviço para a comunidade.

Seu comentário é importante para nós...

Deixe uma resposta