A confiança | Diene Paula Figueiredo

0
75
Foto: Acervo pessoal da autora.

Em um desses domingos recentes passei um maravilhoso dia na piscina da casa da minha madrinha e como não sei nadar (sim eu uso macarrão, e sim, eu me envergonho disso) sempre fico um pouco limitada nas brincadeiras e acabo sempre sendo a bobinha mais vezes do que os outros, como se dizia antigamente a café com leite da turma. Não que eu me importe com isso afinal estamos em família e sempre tem que ter alguém para ser o alvo da malhação (e sem mimimi quando se trata de água sou eu), e rende muitas gargalhadas e dias inesquecíveis.  Nesse dia minha irmã e mãe que nadam super legal resolveram me dar umas dicas para que eu pelo menos não morra afogada em uma poça d’água  ou lavando o cabelo,  e como sempre eu muito medrosa  dei um trabalhinho coisa pouca sem exagero (né rs) mais aprendi a dar um mergulho , nadar de costas pois sou uma eximia boiadeira ( minha mãe diz b… não afunda ) então posso ir boiando do Paraná a São Paulo de boa . Então minha mãe contou que aprendeu a nadar com os tios na sua infância, pois viviam em rios, piscinas e praias e que sempre nadou muito bem e bastante, e então eu perguntei para minha irmã como ela aprendeu a nadar e eis que me surge essa pérola.

Quando crianças meu tio tinha uma ação de um clube de atividades um GTG da minha cidade e claro eu e minha irmã estávamos sempre na cola dele e passávamos muitas horas no clube a brincar, meu tio passou uma temporada em Portugal para trabalhar e lá conheceu o grande amor de sua vida, uma portuguesa típica em aparência e glória que amou o Brasil desde o primeiro dia que colocou os pés aqui em passeio de férias, não demorou muito para que os dois se casassem e viessem embora para cá, pois minha avó como toda boa galinha caipira queria os filhos bem debaixo de suas asas (coitada da portuguesa mal sabia onde estava a amarrar seu burro rs). Em um dia desses de muito sol, típicos do verão Paranaense fomos todos passar o dia no clube e meu tio estava a tentar ensinar minha irmã a nadar sem sucesso é claro e então minha tia resolveu ajudar.  Tirou minha irmã da piscina pequena de crianças levou ela até a parte mais funda da piscina de adulto nada muito fundo (2 metros e 20 centímetros) e falou: “confias em mim gaja não deixarei que nada te aconteça” e simplesmente a empurrou. Minha irmã desceu como uma rocha até o fundo, no desespero bateu os pés no chão e subiu a procura de ar como uma louca a gritar, minha tia disse somente “Nades , bata as pernas e os braços” minha irmã que sempre foi mais ligeira que eu, só afundou mais uma vez antes de se debater como um canário recém preso na gaiola e a sair nadando para a parte mais  rasa da piscina, apesar de ter engolido meia piscina de água  aprendeu a nadar em menos de 1 minuto .

Vejo atualmente que a mídia lixo e seus jornalistas (a exceções é claro) procura de qualquer forma uma maneira de sujar com escândalos mentirosos a reputação do atual governo, querendo igualar a qualquer custo o presidente a essa corja corrupta que ronda o Brasil há anos, somente a nos roubar e afundar no excremento que deixam para trás não respeitando nem o período de convalescência do Presidente, que só se encontra assim, devido a uma tentativa de assassinato que todos nós sabemos bem quem foi o mandante, mas que a justiça assim como nos oito anos de governo do nove dedos , não sabe de nada, não viu nada. Tirando os pequenos e ridículos escândalos que a mídia inventa como: Bolsonaro usa camisa falsificada, Bolsonaro usa chinelos, Bolsonaro é racista só usa pneu preto, Bolsonaro é homofóbico só usa zorba ao invés de fio dental, posso ressaltar a meu ver que só apareceu dois momentos que podemos considerar preocupantes nesses praticamente dois meses de governo, pelo menos para nós reles mortais que pouco entendemos de politica, que foram a tentativa de incriminar o filho do Presidente, devidamente esclarecido e comprovado com documentação válida e legal, e o mais recente, envolvendo a exoneração do ministro.

Nos dois casos o equipe do governo deixou a mídia em polvorosa a especular possíveis teorias da conspiração, e é claro sempre enfatizando a pior delas e inventando contos da carochinha cada vez maiores com  o intuito de virar a população contra o Presidente que escolheu, tudo em vão claro, pois quem não deve não teme ,  e depois de deixar a corda para que os mesmos se enforcassem como brilhante estrategista que é, o Presidente vinha a público dar as devidas explicações .

Como minha irmã, mais do que nunca ,hoje, devemos dar um voto de confiança a quem tenta sozinho nos ensinar a nadar para longe dessa água suja e lodosa que insiste a nos puxar para baixo, nos afogando na sujeira. Já chegamos ao fundo, já demos o impulso, e agora precisamos continuar a subir até encontrar ar puro e fresco.

Entendo que atualmente estamos de saco cheio de tanta falcatrua e que  ao menor sinal de corrupção erguemos as orelhas como buldogues velhos e escutar sem sair do tapete quente, e ficamos ali parados , vendo tudo com aquela preguiça de se levantar  para latir contra quem tenta perturbar nossa sonequinha. Isso atualmente não pode mais se repetir, precisamos nos unir em prol do que acreditamos e fortalecer o governo que escolhemos e não permitir que a esquerda manche a reputação do nosso Presidente precisamos estar firmes no proposito de ajuda lo assim como fizemos em sua campanha eleitoral e confiar que nosso voto não foi em vão.

Precisamos nos posicionar nas redes sociais e apoiar movimentos de direita que estão lutando pelo nosso país com unhas e dentes para impedir o avanço da esquerda sobre o governo ainda prematuro, precisamos gritar berrar, sermos vistos e ouvidos, precisamos fazer uma corrente, uma rede de apoio aos ministros que demonstram boa vontade, honestidade e respeito com o nosso país e povo, temos que demonstrar nosso apoio, não podemos ir às manifestações espalhadas pelas ruas, mas podemos espalhar a verdade, atualmente passamos grande parte das nossas vidas nas redes sociais, vamos compartilhar coisas boas sobre o governo, vamos mostrar a verdade, vamos apoiar o real o bom o que nos engrandece , vamos desmascarar essas mentiras da esquerda que tenta usurpar nossa vitória, que comemora mortes e desastre porque a maioria do estado ou cidade votou contra a corrupção, que comemora facada e assassinato, que fica feliz quando policial pai de família morre que acha que terrorista é herói, que acha que guerrilheiro é santo, que diz que bandido é vítima da sociedade, que ladrão é coitadinho rouba porque não pode comprar, vai trabalhar vai carpir um terreno limpar uma calçada, bater um concreto, estamos de saco cheio sim, mais um motivo para apoiar o Presidente que elegemos e confiar nos aliados que ele escolheu, demonstrem, não existe mais um meio termo, ou estamos do lado da verdade, da honra, da honestidade e glória ou do lado  errado simples assim.

Vamos à luta, juntos somos mais fortes, juntos aprendemos mais, juntos não seremos vítimas.

Em tempos extremos precisamos de medidas extremas.

Junte se a nós nessa luta pela volta do bom censo, da honra, da honestidade, do caráter, da segurança, da saúde e da educação de verdade.

Movimento conservadorismo estudantil.

A autora é formada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), licenciada em Normal Superior, pós-graduada em Educação Especial com ênfase em “Atendimento às Necessidades Especiais” pelo Instituto de Estudos Avançados e Pós-  Graduação (ESAP) e membro do Movimento Conservadorismo Estudantil (MCE).

Quer escrever para a autora? E-mail: 
dienepfigueiredo@gmail.com

Seu comentário é importante para nós...

Deixe uma resposta